Freguesia da Batalha

Onde se semeou história e se colhe cultura

Batalha (2º Prémio)

Batalha!

Batalha: boutiques, cafés, bares,

Ruas, calçadas, simples alcatrão…

Vila de inúmeros olhares

E antiquíssima tradição.

Alienadas vaidades dispersas,

Portas fechadas, janelas abertas,

Espelho de cada inútil fantasma

Que me assusta e pasma!

Batalha… inúmeras belezas cá estão,

Ansiedades, dúvidas, certezas…

Sensações, exultações, tristezas…

Memórias de cada simples coração.

Eco da minha voz,

Refúgio dos que estão sós.

Batalha, tuas paisagens naturais,

São verdadeiras, harmoniosas e fenomenais.

Inúmeros prazeres tantas vezes me deste

E mais mulher com o tempo me fizeste.

Vila onde o vento desgrenhado extasia,

Onde reina a delicadeza e simpatia.

És forte, histórica e formosa,

És choro esganiçado, és vida fervorosa

És o abrigo seguro de tanta gente.

Batalha, vila monumental,

Um autêntico orgulho nacional!

 

Ana Cristina Flores da Silva